sábado, 5 de março de 2016

Desgelo dos sentimentos

"Aos poucos o relógio para de tocar, os passarinhos ficam em silêncio e a única coisa que sopra lá fora é o vento que adentra e congela todos os sentimentos.
Dos olhos, cachoeiras se formam e em pranto, a garota fica a escutar o vento...
Quando o sol se levanta, a nuvem encobre os raios e a noite dura uns instantes a mais...
É difícil a alma descongelar, mas descongela e a cachoeira torna a alimentar o rio que segue seu curso até o mar."

sexta-feira, 11 de dezembro de 2015

Pena e Tela

"A pena então começou a fazer rabiscos, misturou as cores, pintou o céu.
O moço do outro lado, fazia parte da paisagem mas passou despercebido pelos olhos da garota que pintava.
Apenas o vento era testemunha...
Balançava as folhas, balançava os cachos, balançava tudo um pouquinho para bagunçar o silêncio.
Assim, a pena eternizou aqueles minutos em tela."

segunda-feira, 9 de novembro de 2015

Desvantagens de ser magra

A estética reverenciada na contemporaneidade é o ser magro e para isso, muitas vezes, as pessoas fazem loucuras tentando alcançar o corpo perfeito, até se submetendo a dietas que prejudicam a saúde. Só que ser magra também enfrenta problemas na hora das compras.
Não há um padrão de medidas para as confecções, por isso é comum o seu manequim variar de uma marca para outra. Eu, por exemplo, uso do 34 ao 38, mesmo usando mais o 36. E é exatamente essa falta de padronagem que dificulta as coisas. O que fazer quando o 34 fica apertado e o 36 folgado? Não tem jeito, é preciso se desapegar e procurar outra peça. Isso quando não acontece da marca trabalhar do tamanho P ao M e o seu manequim talvez seria o PP. É muito chato, porque as opção vão afunilando e você se torna cliente fiel não somente por adorar a marca, é porque as outras simplesmente não cabem.
Sem falar naqueles modelos lindos que você precisaria ser mais cheinha para o caimento ficar legal.
E você segue assim em dias de compra: entrando e saindo de lojas, torcendo para o modelo que você amou tenha o seu número, depois outra reza para que sirva e enfim você pode voltar para casa feliz com as sacolas na mão.

Então, emagreçam buscando o bem estar, a saúde e melhor qualidade de vida, não para seguir padrões. Lembrem da moeda que tem duas faces: cara e coroa. Não escolham apenas um lado para olhar. Ser magra também tem suas desvantagens.

sexta-feira, 23 de outubro de 2015

Corda bamba

Andei e sem perceber me vi em cima de uma corda bamba.
Em baixo a escuridão encobria o abismo e
sob meus pés a corda ia ganhando forma
mesmo assim, era uma sensação ruim.

                      Olhava pra os lados em busca de uma mão para segurar,
                      buscava no silêncio uma voz de apoio
                      e o silêncio era rompido com o eco do medo que habitava em mim.

Então
balançava balançava e torcia para não cair
    balançava balançava e ainda ali
        balançava balançava sem sair do lugar
            balançava balançava e .... Fim!

terça-feira, 4 de agosto de 2015

Mochila carregada de sonhos

Aos 23 anos enchi a mochila com roupas,alguns remédios, um bom livro e muitos sonhos. Na mão levava o passaporte e no peito um sentimento impossível de ser transcrito,nem mesmo a razão sabia dizer o quanto aquele dia seria um ponto de partida. Ouso a ir um pouco além, aquele avião que levou aquela garota de mochila roxa devolveu uma pessoa diferente,mesclada de mundo. No começo,claro, tudo chamava atenção: desde a fala da multidão que me cercava até as ruas que os meus pés cansados iam se sustentando. Cá entre nós, dos muitos olhares que dei pelo pouco que visitei,uma coisa verdadeiramente despertou inveja nessa brasileira aqui: segurança. Será que é porque o sol se põe cedo demais por aqui e junto com a noite vem nossos temores? Não sei,mas do outro lado que o sol ia dormir na madrugada tudo era calmo,seguro,tranquilo. Caminhar sozinho era leve talvez por não ter que carregar a incerteza diária que trazemos nos ombros. Tem tanta coisa bonita espalhada por aí. Visitei castelos europeus,museus, vi de Picasso a da Vinci, fotografei com Monalisa e Afrodite, andei por parques, provei da paella à lasanha com canela e parei para agradecer em cada igreja e basílica no meu caminho. Aprendi tanta coisa, foi uma experiência única que eu desejo que todos passem um dia. Foi uma sequência de realização de sonhos e voltei já visando quais outros horizontes pousar. A vida realmente nos presenteia na hora certa com  o melhor.

sexta-feira, 19 de junho de 2015

M.U.D.A.N.D.O. D.E. R.U.M.O

Extremista.
Mutável.
Que se transforma a todo momento.

Porque a única coisa que vejo para o meu futuro são Mudanças. 
E nada melhor do que se transformar para começar uma nova etapa da jornada, 
com as forças revigoradas.